SAMPA: 467 anos… eu tô aqui

O que dizer de São Paulo, SAMPA, que eu adotei a mais de 10 anos?
Respiramos cultura na terra da garoa assim como o acentuado aumento da violência.  
Tudo o que acontece faz jus ao tamanho da cidade: alagamentos, trânsito, bares, teatros, cinemas, shoppings, parques, museus.

Dia a dia corrido: stress, discussão, alegrias e tristezas.

Faz-se colegas e amigos: muitos vem e vão… outros ficam.

Uma comida boa: sempre tem algum local para indicar, restaurantes se multiplicam… mas é a terra da PIZZA. E tem muitas pizzarias boas. Restaurantes SENSACIONAIS. Quem não passou no MASP, Parque Ibirapuera, Avenida Paulista, Farol Santander, Casa do Porco, Pinacoteca, Viaduto do Chá, Memorial da América Latina (e seus festivais), Mercado Municipal (sanduiche de mortadela ou pastel de bacalhau?), Beco do Batman, CCBB, Liberdade, Blue Note, Vila Madalena (boemia em polvorosa), Teatro Municipal, Galeria do Rock, Sesc Paulista, Livraria Cultura (a minha preferida), Museu do Futebol, Catedral da Sé (a minha preferida), Bar Brahma, Terraço Itália (a vista mais bonita de Sampa), Estação da Luz, transitou a pé na Rua 25 de Março (cuidado com a carteira), comeu um Pastel de Feira (nada de mais, mas é clássico).

A VERDADEIRA SAMPA É UMA ETERNA PAIXÃO!


Sobre Severo

GREMISTA FANÁTICO... com preferências simples e/ou complicadas: comidas, músicas, filmes, viagens, escrever sobre curiosidades do dia-a-dia...
Esta entrada foi publicada em Sampa. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s