paradaParalela

Publicado em Rock | Publicar um comentário

2020vocêOUVIU: CD GRINGO – destaques

Mesmo num ano de pandemia, tivemos muitos e bons lançamentos na música gringa, abaixo algumas sugestóes legais que você deveria ter ouvido.

Perfume Genius – Set My Heart On Fire Immediately: Mike Hadreas é o cara por trás do PG e este disco mostra porque é especial. Pelo menos quatro músicas vão te deixar ligado: “Describe”, “On the Floor”, “Some Dream” e a melhor “With You”, com um levada pop cativante. Fiona Apple – Fetch The Bolt Cutters: Não gosta da cantora? Vá direto em “Shameika” e depois em “ I Want You To Love Me” você vai mudar de ideia rapidinho. Phoebe Bridgers – Punisher: indie rock de primeira e com delicadeza em cada faixa, como “I Know the End” e “Kyoto” uma das melhores do ano. Haim – Women In Music Pt. III: é uma beleza ouvir este trio, aqui emplacam: “3AM”, “Don’t Wanna”, “I Know Alone” e “The Steps”. Pearl Jam – Gigaton:o lançamento da banda de Seatle é bom demais: começando por “Who Ever Said”, passando por “Dance on the Clairvoyants” e terminando com “River Cross”. Bruce Springsteen – Letter To You: o que importa é que The Boss retornou e num belo álbum, abre os ouvidos para: “Letter to You”, “Burnin’ Train”, “The Power of Pray” e, a melhor faixa, “Last Man Standing”. AC\DC – Power UP: o novo lançamento da banda é o mais do mesmo e sempre eficiente rock. Não pense em ouvir alguma balada, é o que sempre a banda fez com muita competência. Comece pela ótima “Shot In The Dark” e depois o álbum inteiro em som alto, atenção também em “Demon Fire” e “Money Shot”. Bob Dylan – Rough and Rowdy Ways: falar do “mestre” é algo bobo. Quem gosta de Dylan é um prato cheio, mas “False Prophet” acho que é o ápice do álbum e alguns vão dizer que é “Murder Most Foul”.  Bon Jovi – 2020: eu acho o Bon Jovi uma das bandas mais honestas do rock, ou seja, não  saiu do rumo e caiu em modinhas. E este álbum prova isso, os petardos vem de todos os lados, falando em dor, perda, medo, morte e até assassinato de policiais entre baladas e rocks: “Brothers In Arms”, “American Reckoning”, “Do What You Can” também em dueto com Jennifer Nettles. The Score – Carry On: a banda de rock alternativo lança um de seus melhores trabalhos, ouça: “Best Part”, “Can You Hear me Now”, “Fire”, “Glory” e ‘Carry On”, você não vai se decepcionar. The Strokes – The New Abnormal: o retorno da banda é absurdamente bom, alguns destaques: “The Adults Are Talking”, “Why Are Sunday’s So Depressing”, “Not The Same Anymore”e a melhor “Bad Decisions”. The White Bufallo – On The Widow’s Walk: uma voz forte e ligeiramente áspera num ótimo álbum. Jake Smith traz grandes canções como: “No History”, “Cursive”, “I Don’t Know a Thing About Love” e ”Faster Than Fire” (As chamas acendem, espalhando o inferno pela terra/ Nossas vidas são tragadas, sem consideração pelo seu valor). The Killers – Imploding The Mirage: outra banda que lançou um bom disco no ano e com várias faixas radiofônicas: “Caution”, “My Own Soul’s Warning”, “Running Towards a Place” e “My God” dueto com Weyes Blood.  Jeff Tweedy – Love Is The King: o líder da banda Wilco soltou seu novo álbum solo e com canções levadas ao violão, comece pela ótima “Gwendolyn”. Simples e direto.

Publicado em CD, Música, Melhores do Ano | Publicar um comentário

SAMPA: 467 anos… eu tô aqui

O que dizer de São Paulo, SAMPA, que eu adotei a mais de 10 anos?
Respiramos cultura na terra da garoa assim como o acentuado aumento da violência.  
Tudo o que acontece faz jus ao tamanho da cidade: alagamentos, trânsito, bares, teatros, cinemas, shoppings, parques, museus.

Dia a dia corrido: stress, discussão, alegrias e tristezas.

Faz-se colegas e amigos: muitos vem e vão… outros ficam.

Uma comida boa: sempre tem algum local para indicar, restaurantes se multiplicam… mas é a terra da PIZZA. E tem muitas pizzarias boas. Restaurantes SENSACIONAIS. Quem não passou no MASP, Parque Ibirapuera, Avenida Paulista, Farol Santander, Casa do Porco, Pinacoteca, Viaduto do Chá, Memorial da América Latina (e seus festivais), Mercado Municipal (sanduiche de mortadela ou pastel de bacalhau?), Beco do Batman, CCBB, Liberdade, Blue Note, Vila Madalena (boemia em polvorosa), Teatro Municipal, Galeria do Rock, Sesc Paulista, Livraria Cultura (a minha preferida), Museu do Futebol, Catedral da Sé (a minha preferida), Bar Brahma, Terraço Itália (a vista mais bonita de Sampa), Estação da Luz, transitou a pé na Rua 25 de Março (cuidado com a carteira), comeu um Pastel de Feira (nada de mais, mas é clássico).

A VERDADEIRA SAMPA É UMA ETERNA PAIXÃO!


Publicado em Sampa | Publicar um comentário

2020vocêLEU: principais livros

Ficando em casa e com muito tempo, a safra de livros foi excelente. Teve vários lançamentos, mas também aquele que todos deviam ler e como a leitura enriquece, aqui vai algumas dicas.


A Paciente Silenciosa: Alex Michaelides surpreende neste suspense que você vai devorar de uma vez só. É impossível não gostar. Na Boca do Leão: Anne Holt é a descoberta do ano passado e uma grande escritora, aqui ela coloca um crime na importante cena política da Noruega. As Coisas que Você Só Vê Quando Desacelera: Haemin Sunim vai abrir teu olhos nesta pequena pérola e a vida, mesmo num ano complicado, ganha outro sentido. Acerto de Contas: sou suspeito em falar de John Grisham, pois pra mim, é o melhor escritor da atualidade. Neste suspense, segredos, mentiras e preconceito vão definir o futuro de uma família inteira. Lugar Nenhum: Neil Gaiman e suas loucuras fantásticas, é para viajar mesmo. O Avesso da Pele: eu não curto muito livros nacionais, mas Jeferson Tenório consegue prender o leitor explorando questões raciais e violência atuais. O Caçador: Lars Kepler emplaca mais um suspense com o detetive Joona Linna em um ritmo alucinante. O Dia em que o Presidente Desapareceu: eletrizante e sensacional, a união de Bill Clinton e James Patterson faz deste livro uma leitura obrigatória para quem gosta de suspense. O Homem Inocente: eu colocaria todos os livros do John Grishan na minha seleção. Aqui uma garçonete de 21 anos foi estuprada e brutalmente assassinada e após cinco anos uma frágil evidência apontou a investigação na direção de Ron, um ex-jogador de beisebol que teve a carreira interrompida por uma grave lesão. Um Lugar Bem Longe Daqui: a melhor surpresa de 2020, uma trama fascinante e que colocou Delia Owens no topo das listas dos mais vendidos. Kya Clark, a “Menina do Brejo”, passou muito tempo sozinha e quando começa a experimentar as novidades do mundo real um assassinato acontece e ela é a principal suspeita.

Clássico e atual: A Revolução dos Bichos, de George Orwell, é obrigatório.

Publicado em Livro, Melhores do Ano | Publicar um comentário