paradaParalela

Publicado em Rock | Publicar um comentário

Dia Mundial do Rock

Parece algo clássico nesta data: qual a maior banda de rock de todos os tempos? Várias, em várias fases, em várias músicas, com brilhantes vocalistas e guitarristas e com uma bateria fantástica: LED ZEPPELIN SEMPRE!!!

E outras mais que não podem ser esquecidas.
QUEEN

PINK FLOYD

STEPPENWOLF

Publicado em 1clássico, Rock | Publicar um comentário

1álbum: AWOLNATION – Angel Miners & The Lightning Riders

AWOLNATION, é uma banda de rock alternativo que surgiu em Los Angeles, na ensolarada Califórnia (EUA), em 2010. E em 2011 já lançava o álbum Megalithic Symphony, onde tinha o petardo “Sail”. Mas não é uma banda fácil de entender: em alguns momentos transitando pelo pop, rock mais pesado com guitarras cruas com pitadas de eletrônico. O próximo álbum foi Run, em 2015, e continuou na mesma pegada, com músicas como “Run”, “Fat Race”, “Woman, Woman” e a balada “I Am”. Em 2018 chegou Here Come the Runts, como músicas como: “My Molasses”, “Handyman” (a versão acústica ficou bem bacana) e a melhor “Table for One” (prefira a versão com Elohim, ficou excelente). Em 2019 a banda lançou o single “Drive”, regravação da banda The Cars.

Chegamos em 2020 e o lançamento do novo álbum Angel Miners & The Lightning Riders. É o mais do mesmo, seguindo o mesmo padrão do som dos caras, mas mesmo assim tem bons momentos e músicas com sonoridades diversas: o peso aparece em “Mayday!!! Fiesta Fever” e “Battered, Black & Blue (Hole in my Heart)”, a explosão incontrolável de “I’m A Wreck”que começa lenta e termina pesada e momentos eletrônicos em “California Halo Blue”. Mas as melhores músicas ficam com o lado mais pop da banda: “Radical”, “The Best” (Eu quero andar um pouco mais alto / Eu quero me sentir um pouco mais forte / Eu quero pensar um pouco mais inteligente / E dizer, eu só quero ser o melhor ) e a melhor é “Pacific Coast Hignway in the Movies” com participação de Rivers Cuomo (Wezzer).

O quarto bem da banda (Aaron Bruno é o cara por trás de tudo) não mostra uma grande evolução, mas entrega um álbum consistente e boas músicas.
8

Publicado em 1disco, CD, Leitura, Música, poprock, Rock | Publicar um comentário

1clássico: Radiohead – “Creep”

Taí uma banda que é fácil de falar e com inúmeros hits: a banda britânica Radiohead. Provavelmente muitos vão dizer que outras músicas são clássicas, como: “Karma Police”, “Paranoid Android”, “Fake Plastic Trees”, “Just”, “My Iron Lung”, “No Susprises”, “How to Disappear Completely”, “Kid A”, “Lotus Flower” ou “15 Step”, mas o primeiro álbum da banda Pablo Honey traz a beleza de “Creep”.
Parece até engraçado: a estreia da banda foi em 1985 e apenas em 1992 eles lançaram o single “Creep” sem sucesso e com pouca repercussão no Reino Unido, mas foi somente em 1993 com o lançamento do primeiro álbum que a balada mostrou a força da banda que vinha para ficar. Thom Yorke, líder e compositor, fez uma música extremamente depressiva, mas ao mesmo tempo bela. Por isso “Creep” é um dos meus clássicos da banda.

Longa vida ao Radiohead e as esquisitices e maluquices de Thom York.

Quando você esteve aqui antes / Nem pude te olhar nos olhos / Você é como um anjo / Sua pele me faz chorar” 

“Mas eu sou uma aberração, um esquisito / Que diabos é que eu estou fazendo aqui / Este não é meu lugar”

“Seja lá o que te faz feliz / Seja lá o que você deseje / Você é especial pra caralho / Eu queria ser especial”

Publicado em 1clássico, Bandas, clipe, hits, Música, Rock, vídeo | Publicar um comentário