Política: já cantaram essa história…

É incrível que ainda ouço pessoas surpresas com tudo o que está acontecendo na política brasileira, mas essa história já foi cantada só que muita gente não lembra ou não quer lembrar, pois pensam que o rock não presta, que é música do diabo e de drogados. Mas qual o estilo de música que consegue mostrar tantas desigualdades sociais em poucos acordes e, mesmo após 30 anos, ainda se manter atual à nossa realidade? São duas músicas das duas das melhores bandas do rock nacional: Legião Urbana e Titãs.

Trinta anos atrás, em 1987, a Legião Urbana lançava o álbum Que País é Esse? recheado de rebeldia e petardos como: “Angra dos Reis”, “Eu Sei”, “Mais do Mesmo, “Depois do Começo”, a épica e quilométrica “Faroeste Caboclo” e a atualíssima “Que País é esse?. Letra de altíssimo cunho político, detona grande parte dos nossos governantes, compara a sujeira nas diversas esferas da nossa sociedade e mostra o desrespeito com a  constituição brasileira, onde claramente os políticos querem levar vantagem.
A abertura do álbum mostra que a Legião não está para brincadeiras e surge o primeiro hino que é cantado ainda nos dias de hoje: “Nas favelas, no Senado Sujeira pra todo lado /Ninguém respeita a Constituição / Mas todos acreditam no futuro da nação / Que País é esse?” (e nós ainda continuamos a acreditar).

Em 2005, doze anos atrás, a banda Titãs lançou o álbum ao vivo MTV, e ao meio de grandes sucessos como: “AA UU”, “Polícia”, “Enquanto Houver Sol”, “Bichos Escrotos”, “Homem Primata”, Epitáfio”, “Flores” e “Diversão”, a música “Vossa Excelência” chama a atenção pela clareza e tiro certeiro nos nossos políticos. Mais forte e direta que a música da Legião Urbana, o Titãs dispara diretamente aos Ministros, Magistrados, Deputados, Senadores, Vereadores sem papas na língua, fala o que muita gente gostaria de dizer cara a cara: “Estão nas mangas dos Senhores Ministros / Nas capas dos Senhores Magistrados / Nas golas dos Senhores Deputados / Nos fundilhos dos Senhores Vereadores / Nas perucas dos Senhores Senadores / Senhores! Senhores! Senhores! /Minha Senhora! /Senhores! Senhores!/ Filha da Puta! Bandido! Corrupto! Ladrão!”

Por mais que muitos não gostem do estilo de música, mas a roubalheira dos nossos políticos já eram cantadas no rock brasileiro à trinta anos atrás. A indignação do povo contra a corja política brasileira sempre foi demonstrada nas músicas da Legião Urbana e dos Titãs (ou você acha que a música “Polícia” também não é uma premonição dos dias mais violentos e degradantes?). Alguns podem pensar que estas não são as melhores músicas que expressam a nossa insatisfação com tudo o que está acontecendo atualmente, mas com certeza são petardos para fazer todos pensar.
Vai ter alguma grande mudança? Difícil imaginar, quando temos um bando de políticos que não tem vergonha na cara e leitores coniventes com a situação e vendendo voto em cada eleição.

L.A.Severo

Sobre Severo

GREMISTA FANÁTICO... com preferências simples e/ou complicadas: comidas, músicas, filmes, viagens, escrever sobre curiosidades do dia-a-dia...
Nota | Esta entrada foi publicada em Música, poprock, Rock, Rock Nacional, rockbrasil. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s