1opinião: GRÊMIO 3 x 2 Juventude (Campeonato Brasileiro)

Atitude. O que mais podia se esperar do time do Grêmio no jogo de hoje era atitude, porque a escalação era mais do mesmo. A tensão estava presente, não apenas nos jogadores mas também na torcida, apesar que apoiou desde o início. A estreia do técnico Vagner Mancini era uma atração à parte.

O primeiro tempo começou truncado, com faltas e muitos lançamentos sem nenhum efeito. O grande lance somente aconteceu aos 22’ após bela jogada de Vanderson a bola foi para a esquerda no cruzamento de Jean Pyerre após toque do Alison a bola pegou na trave e sobrou para Douglas Costa que empurrou para as redes. No lance seguinte, 24’ gol de Diego Souza após rebote do goleiro em batida do Alison. O Grêmio fez dois gols em dois minutos e ficou mais solto em campo. Breno fez apenas uma defesa em um cruzamento. O Juventude não levou nenhum perigo ao gol do Grêmio. Depois dos gols, o Grêmio administrou, esperou o Juventude mas mesmo com uma troca de passes mais efetiva e controlada não levou mais perigo e não construiu mais jogadas.

O segundo tempo teve a saída do Kannemann e entrada do Rodrigues, enquanto que o Juventude trocou um atacante de velocidade por um centroavante. Em cruzamento da esquerda Breno falhou na saída, mas Rodrigues tirou para escanteio. Alison bateu forte da esquerda e o goleiro do Juventude fez uma grande e bonita defesa aos 6’. Aos 10’ uma boa troca de passes, passe de Rafinha e Villasanti mergulha de peixinho para fazer o terceiro gol do Grêmio. Após cruzamento, aos 13’, a zaga falha e o Juventude faz o gol, 3×1. Aos 23’ o Juventude chegou num belo chute de longe mas a bola foi para fora. Ferreira teve uma boa oportunidade aos 25’ e bateu pra fora, se rolasse a bola para Diego Souza poderia ter um melhor desfecho. Aos 29’ mais um ataque desperdiçado por Ferreira. Aos 48’ numa jogada perdida pelo lado direito, cruzamento na área, a zaga falha e gol do Juventude.     

O jogo poderia ter sido mais fácil, mesmo o Grêmio dominando as ações não pode tomar dois gols de um time limitado como o Juventude. O Grêmio teve atitude e, em alguns momentos, lampejos de um bom futebol, mas ainda necessita de mais entrega de alguns jogadores que é o caso de Jean Pyerre que precisa decidir o que realmente quer. Boa atuação de Douglas Costa, Diego Souza, Rafinha, Alison e Vanderson, mas Thiago Santos e Villasanti foram os melhores.

Sobre Severo

GREMISTA FANÁTICO... com preferências simples e/ou complicadas: comidas, músicas, filmes, viagens, escrever sobre curiosidades do dia-a-dia...
Esta entrada foi publicada em Arena Grêmio, Campeonato Brasileiro, Grêmio, Gremio. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s