1opinião: GRÊMIO 2 x 0 Bahia (Campeonato Brasileiro)

Grêmio venceu mais uma sem convencer

Atualmente quando se vê a escalação titular do Grêmio já é pra ficar apreensivo, mas quando olhamos o banco de reservas ficamos desesperados. No jogo de sábado contra o Bahia (na Arena), o único que poderia trazer um pouco de esperança era o Diego Souza (que estava pesado quando se machucou). Enfim, sem muitas expectativas boas.

Com bola rolando, viu-se um Bahia melhor no início do jogo, mesmo em baixa está mais organizado e foi isso que mostrou com menos de 1 minuto de jogo. A partir do susto, o Grêmio ficou com a bola, tocou e rodou o jogo mas foi pouco efetivo, sem agressividade. E o Bahia foi mais perigoso quando chegou próximo ao gol do Grêmio. O Grêmio só chegou aos 20 minutos com uma cabeçada de Léo Pereira (não sei como o Felipão vê algo de bom neste jogador) sem perigo. O meio de campo com Lucas Silva e Villasanti funcionou em algumas momentos e mostrou raça, mas grande parte do início da criação passou por Lucas Silva que não tem este perfil. Villasanti vai melhorar ainda mais, junto com o time todo. Douglas Costa melhorou, está mais ativo e efetivo, mas ainda me parece “perdido” em campo. As ações que ele toma, nem sempre são as melhores e deixam o time exposto. O primeiro tempo terminou com uma linda cabeçada de Rodriguinho na trave de Chapecó e com pressão do Bahia até o final. No segundo tempo o Grêmio voltou melhor, fez o primeiro gol no início com Borja num ótimo cruzamento do Rafinha. Mas continuou sofrendo muito até o final do jogo. Diego Souza entrou e fez o gol ao apagar das luzes, na raça ganhou da zaga e fulminou para sacramentar o placar final de 2×0.

Ótimas atuações de Borja, Rafinha, Rodrigues e Ruan. Chapecó (que tem que aprender a bater tiro de meta, não acertou nenhum), teve boas intervenções mas o melhor em campo foi Lucas Silva, grande partida: marcou, lançou e até driblou. O melhor jogo dele desde que chegou ao Grêmio.

Não foi um grande jogo do Grêmio, mas não faltou entrega e raça, mas ainda sem um padrão de jogo definido. E a volta do Diego Souza, o tanque, mostrou como o time precisa de raça se não tem o padrão de jogo e que Felipão precisa implantar urgente.

Compartilhar
2.1
Rated 2.1 out of 5
Regular14%
Muito bom0%
Bom43%
Ótimo0%
Excepcional14%

Posts Recentes